Redação e Coberturas (94) 99165-0939
PUBLICIDADE
Notícias e informações de Canaã dos Carajás

Vacinação contra febre aftosa segue em ritmo acelerado no Pará

15 de maio de 2016
Equipes da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará - Adepará, percorrem diariamente diversas propriedades com o objetivo de alcanças o mais alto índice vacinal, ou seja, 100% do rebanho e propriedades. A etapa, iniciada em primeiro de maio, segue até o dia 31 deste mês, em todo o território paraense, esxeto o arquipélago do Marajó e municípios de Faro e Terra Santa.

Como a etapa abrange 127 municípios, é fundamental o trabalho dos fiscais da Adepará, já que nosso Estado possui dimensões territoriais comparadas a de muitos países, tornando assim muito laborioso o alcance da vigilância de vacinação. São quase 21 milhões de cabeças de gado a serem imunizad as, em quase 109 mil propriedades.

O produtor é o responsável pela vacinação e tem até o dia 15 de junho para fazer a comunicação da vacina nos escritórios da Adepará. "O produtor ganha a valorização do gado, já que o mercado é signatário da Organização Mundial de Saúde Animal, que exige gado livre de febre aftosa", explica o gerente do Programa de Erradicação da Febre Aftosa da Adepará.

Para o Diretor Geral da Adepará, Luciano Guedes, a campanha é de grande importância para que o Estado mantenha a condição sanitária conquistada. " Garantir a permanência deste status é importante para o produtor rural, que garante a sanidade e a valorização do rebanho", afirma o Diretor.

Técnicos da Adepará farão mais de 2,5 mil atividades, com vacinações assistidas (quando os técnicos acompanham a vacinação de todo o rebanho de uma determinada propriedade), fiscalizada (onde o técnico acompanha a vacinação de parte do rebanho de uma determinada propriedade) e vacinação oficial (quando os técnicos vacinam os animais de uma determinada propriedade).

Municípios Paraenses com maior rebanho:
São Félix do Xingu - 2.224.509 cabeças de gados / 5.276 propriedades.
Marabá - 1.105.403 cabeças de gados / 4.673 propriedades.
Novo Repartimento - 959.166 cabeças de gados / 5.673 propriedades.
Fonte: Pebinha de Açucar / Reportagem Camila Moreira - Agência Pará